RECEBE AS NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Aos 30 anos, Titica fala dos preconceitos que enfrenta devido à sua sexualidade: “Já fui apedrejada até sangrar”


 titica sharamhair


Tudo começou quando a cantora, de modo inocente, sem entender do que realmente se tratava, sentia atracção por pessoas do mesmo sexo, com receio das pessoas ao seu redor, teve ocultar o seu lado trans, as declarações foram feitas pela Titica, durante uma entrevista concedida ao canal BBC África.


Sem rodeios, confiante, a cantora fez entender que não foi, e não é fácil lidar com aqueles que têm um comportamento crítico e hostil, assim como a discriminação e a violência com base na percepção de que todo tipo de orientação sexual não-heterossexual é negativa. Titica revelou que por muito tempo teve que fugir, e até mesmo apanhar “surra” dos homofóbicos.
Hodiernamente, a cantora tem dado passos significativos na carreira musical, que teve sua origem há mais de 5 anos, como dançarina, a título de exemplo, no mês de Setembro, foi uma das atracções do grande festival de música no Brasil “Rock in Rio”, mas para conseguir os tais feitos, teve que ultrapassar grandes obstáculos, tudo por causa da orientação sexual, que no princípio de tudo, levou as pessoas acharem que a mesma estava envolvida em algum tipo de feitiço.
Titica acrescentou ainda, que muita gente a tem como referência por se importarem apenas com os conteúdos que oferece nas músicas.







0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © 2014 - 2017 Matimbanews.com | Site Angolano de Musicas Todos Direitos Reservados - Angola
Editado Por Romack Bessa